sábado, 4 de maio de 2013

O meu segredo com as palavras


E então o segredo que poucos sabiam deixou de ser segredo. Nos últimos meses eu estive trabalhando no processo criativo de um livro de contos e crônicas. Um livro que eu pretendo lançar muito em breve. São desde contos tão curtos (chamados de minicontos) que mais se parecem com simples frases até contos que, de tão longos, se parecem com pequenos romances. O conteúdo do livro também contém algumas crônicas e pensamentos. Ao todo são histórias sérias, engraçadas e emocionantes.

Escrever esse livro foi sem dúvida um grande aprendizado. Fiz inúmeras pesquisas sobre diversos assuntos para adicionar um conteúdo recheado de informações e qualidade. Aprendi muito com algumas pessoas que me inspiraram na hora de escrever.

A ideia surgiu no final do ano passado e começou a ganhar vida no começo deste ano. Ao todo foram quatro meses dedicados exclusivamente a esse livro. Foram manhãs, tardes, noites e até mesmo madrugadas dedicadas a esse trabalho. Não que o livro não contenha algum conteúdo mais antigo, pois contem sim — lá de 2006, quando eu comecei a escrever minhas histórias.

Uma curiosidade sobre quando eu comecei a escrever é que a minha maior influência e inspiração pra começar a rabiscar as primeiras histórias não foi bem uma influência literária. E sim uma influencia musical. O Linkin Park (que como muitos sabem, é minha banda favorita). Tudo começou quando eu vi o Chester Bennington dizer em uma entrevista que escrever era como uma terapia e que ele adorava escrever músicas desde muito jovem. Isso me inspirou, já que eu passava por um momento extremamente triste e difícil em minha vida, com a morte do meu pai em um acidente de moto. Desde então eu não parei. Escrevi literalmente centenas de letras de músicas em pouquíssimo tempo. Logo em seguida comecei a escrever histórias que poderiam ir parar nas páginas de algum livro. E agora eu posso afirmar que realmente falta muito pouco para esse livro ganhar um formato físico e ir parar em suas mãos. Mas nada é de graça nessa vida (e todo mundo sabe disso), por isso posso adiantar que em muito em breve eu vou dar inicio a um financiamento coletivo para este livro. Nada mais e nem nada menos do que uma pré-venda. Em breve vou explicar mais detalhes sobre esse tal de “financiamento coletivo” e sobre o que vem a ser uma “pré-venda” nesse caso. O que eu posso adiantar é que eu não vou pedir uma doação. Vou pedir apenas o seu apoio! Com o seu apoio, esse projeto vai poder se tornar real! E você, além de receber um exemplar do livro, vai poder ver o seu nome lá na página de agradecimentos... Porque, claro, quem me ajudar a tornar isso real, vai merecer um agradecimento a altura.
“E se não der certo?”, você pode me perguntar, não é?
Bom... Se por um acaso eu não atingir a meta do projeto em um determinado prazo, você recebera de volta 100% do dinheiro investido no projeto (o valor de um exemplar). Tudo será feito de maneira séria e transparente.

Aguarde... Falta pouco!

Nenhum comentário:

Postar um comentário