sábado, 23 de março de 2013

Castro Of Glass?

Recentemente a Stella comentou sobre o tipo sanguíneo (O+) do bombeiro que estava na nossa frente, do outro lado da grade, no show do Linkin Park, em São Paulo (7 deoutubro de 2012)
O curioso é que ela lembrou o tipo sanguíneo do cara, mas não se lembrou do nome dele! xD



Bom... O nome dele é esse: Castro. Pelo menos é assim que eu o conheço. O bombeiro Castro, segundo o que ele mesmo disse, estava no festival SWU (2010) também! E, além de estar no show do Linkin Park em São Paulo, ele também estaria indo aos show da Lady Gaga e da Madonna. Mas espera aí... Você tá pensando que ser bombeiro é fácil? Segundo ele, essa é, de fato, a parte mais divertida: Trabalhar nos shows e sentir toda aquela galera feliz, pulando, gritando e cantando. É claro que as vezes alguém passa mal e desmaia porque foi — me desculpe se for seu caso — idiota demais pra passar a tarde e noite toda bebendo bebidas alcoólicas no lugar de água. Contudo, no dia-a-dia, a vida dele é BEM diferente. Não é sobre resgatar gatinhos em arvores — como víamos em desenhos animados na infância. O dia-a-dia dele vai desde fraturas expostas no trânsito caótico de São Paulo até mesmo ferimentos de bala em tiroteios e assaltos. Tem de tudo (eu poderia ficar um tempão aqui escrevendo o que ele vê enquanto exerce sua profissão, mas com certeza você já deve imaginar). 
Linkin Park na Arena Anhembi (São Paulo, 2012) - por William Melo
Linkin Park na Arena Anhembi (São Paulo, 2012)
Eu sinceramente não me lembro completamente dos detalhes de todas as nossas conversas... Porque sim, eu e a Stella chegamos lá na grade por volta das 16:00 (muito antes do show) e ficamos até pouco mais de 23:00 (pouco depois do show). Conversamos antes, durante (quando tinha alguma rápida pausa nas músicas) e depois do show do Linkin Park. Durante o show do Charlie Brown Jr (que foi a banda de abertura), ele teve que dar uma saída pra resgatar alguém e logo em seguida comer um lanche pra estar 100% durante a atração principal — que rendeu, só ali próximo de nós, no mínimo, uns 3 desmaios. 
Castro é um exemplo de ser humano; ao contrário da organização RIDÍCULA da T4F — a empresa responsável pela organização do evento que simplesmente proibiu a venda de água, por parte de vendedores que não eram da T4F, do lado de fora do Anhembi pra colocar uns rapazes (deles) vendendo água a preço de ouro. Você comprava meia duzia de copos de água e pronto: tava sem grana. Por isso, volto a falar: Castro é um exemplo de ser humano, e distribuiu água gratuitamente para aqueles que estava ali, na frente dele, desmaiando de sede porque simplesmente não tinham dinheiro pra comprar a água da T4F! Eu também fiz a minha parte e dei um bolinho para uma moça que estava ao meu lado com o namorado dela. Os dois, já que ele não a deixaria sozinha, perderiam o show se ela desmaiasse por causa de uma queda de glicose. Então, como um bom fã de Linkin Park que eu sou, eu dei um bolinho pra ela. Desses bolinhos de chocolate (Ana Maria) que custam 1 Real nos supermercados. E felizmente, ela ficou bem melhor depois de comer. ^_^ E foi assim o show. Muita paz entre os fãs, alegrias, diversão e MUITO Linkin Park. Linkin Park o tempo todo. E que o Castro esteja sempre nos shows do LP!

Linkin Park na Arena Anhembi (São Paulo, 2012) - por William Melo
Linkin Park na Arena Anhembi (São Paulo, 2012)

Obs.: O título "Castro Of Glass" é uma referência a música "Castle Of Glass" do Linkin Park.

Nenhum comentário:

Postar um comentário